domingo, 24 de abril de 2011

20 dias

Agora estou aqui no relax, vendo vôlei enquanto Fofucho ainda dorme. Tempinho feeeeio aqui no RJ, agora que parou de chover. Então, vamos atualizar isso aqui de verdade, né? 

*Post longo

Na quarta-feira, fui lá fazer o clareamento dentário. Na hora não dói, mas é meio incômodo. Isso porque aquele caninho que suga a saliva fica na sua boca o tempo inteiro enquanto a técnica acontece. Sua língua fica tão seca, mas tããão seca, que parece que está queimando, é uma sensação estranha e ruim. Nos dentes, a dentista passa um gel e depois coloca o laser em cima, pedindo para fechar os olhos. Apesar de incômodo, enquanto eu fazia foi relativamente tranquilo. Mas cara, quando eu saí do consultório, já comecei a levar choques e fisgadas nos dentes, que ficam hipersensíveis. Em um dente meu eu já senti essa sensibilidade por alguns períodos, situação resolvida com o uso de Sensodine. Isso porque nesse dente há uma retração da gengiva, então ele fica sensível a gelado (a doce também em algumas pessoas). Dói também quando o dentista coloca aquele "arzinho" que sai de um aparelho, sabem?  Enfim, fato é que quando saí lá do clareamento foi muito sinistro! Vim o trajeito inteiro do metrô levando minichoques, não podia engolir a saliva que doía, não podia mexer a língua que doía, não podia abrir a boca, que entrava ar e doía! E quando doía, me dava um nervoso que me arrepiava muito! Então fiquei pensando se valeria a pena fazer a segunda sessão, mas eu já decidi que não vou. Primeiro porque tenho uma madrinha dentista, encontrei com ela ontem e ela disse que já deu um bom resultado no meu dente, já que não estão brancos-brancos, de uma forma artificial, mas estão bem clarinhos e brilhosos. Segundo porque a dentista do lugar onde fiz, super simpática por sinal, me disse que na primeira sessão eu quase não sentiria sensibilidade, na segunda é que o paciente sente mais. Poxa, eu já senti pra caramba na primeira, imagina se quero sentir mais dor na segunda? Não, não, obrigada. Mas continuarei até o casório evitando alimentos pigmentados. Esses dias mesmo comi comida japonesa sem molho shoyo. rsrsrs

De qualquer forma, quem é fumante ou teve qualquer agravante que escureceu os dentes e achar que vale a pena fazer, eu dou o contato, porque a dentista é muito boazinha e agradável. Fora que é colado no metrô de Ipanema, então é relativamente de fácil acesso. E eles ainda estão fazendo uma promoção por indicação.

Quinta ficamos na praia o dia inteiro com a madrinha Fernanda, chegamos em casa e eu muito rapidamente dormi. Tetê, pode ficar tranquila que há um ano eu SÓ uso biquíni tomara que caia, estou completamente sem marca.

Sexta almocei um salmão delicioso na minha mãe e, como já contei, ela está fazendo porta-guardanapos lindos de lacinhos com pérolas. :)

Ontem acordamos cedo e passei mais um dia na praia, dessa vez na reserva, já que os padrinhos Diego e Marcella moram no Recreio e, como nas duas últimas vezes eles tinham vindo nos visitar, ontem nós fomos ao encontro deles. Pegamos um mega engarrafamento na volta, chegamos em casa e recebemos a Renata e o Fábio aqui em casa, noivos que casam no sábado agora, dia 30! Já falei com vocês, o casamento na praia, lembram? Estou muito feliz por eles. Eu até iria para a despedida de solteira dela, como falei ontem, mas nisso chegou o outro padrinho, Daniel, ficamos todos aqui em casa, deu a hora de ela ir encontrar as meninas e eu já estava arrasada de sono. Como eu tinha acordado cedão e elas iriam para barzinho, nem forcei e fui dormir, se não eu dormiria na mesa do bar. hehehe

Hoje ainda não tenho programação para mais tarde. Acordei e já fiz um moooonte de afazeres domésticos, inclusive separei várias coisas para dar. Devo ir lá na igreja daqui a pouco entregar todas as doações. Falando em igreja, hoje é Páscoa, né? Apesar de eu não comer nenhum chocolate para manter meus dentes iluminados, hehehe, desejo que não restem desse Domingo apenas inumeráveis embalagens de bombons e ovos de chocolate pela casa, mas a lição da alegria que vem da troca; não apenas espinhas de peixe, pratos vazios, restos de fartura, mas a fé, que alimenta a alma; não apenas garrafas de vinhos intermináveis, mas a embriaguez da alegria de viver; não apenas a casa desarrumada, mas a alma pacificada pelo perdão, pelo conforto da família e dos amigos, pela certeza de que vale a pena continuar, ressuscitar das dores, acreditar na misericórdia do Pai, sempre pronto a nos perdoar e que, na sua maneira inexplicável de responder às nossas preces, quer apenas que ajamos semelhantemente a ele, embora com tantas imperfeições humanas.



"Eu vim para que todos tenha vida, e a tenham em abundância." (Jesus Cristo)

Uma Feliz Páscoa para você e sua família.

Fofucha aceita dicas para o roteiro da lua-de-mel em Buenos Aires.

4 comentários:

Maitê disse...

Musinha !!!!!!!!!!!

Feriadinho mega gostoso hein ???

Menina, depois desta sua descrição sobre o clareamento ... ainda bem que não fiz !!!!! Não tenho a menor resistência para dor ... imagina dor e choque ???? Credo ...

Espero que vc já não esteja sentindo mais nada !!!

Hoje eu também estou de relax vendo o jogo de vôlei e dando umas cochiladas ... (quase não dormi esta noite). rs.......

Tirou foto dos porta guardanapos ??? :) (hehehehehe).

Contei para vc que a minha colega aqui de Brasília viu o seu convite e se apaixonou ???? Desistiu do rosa e marrom e quer um igual ao seu (hhahahahahahahahahaha).

Beijinhos enormes !!!!!!!!!!

Kelly Oliveira disse...

Tá chegando seu Grande dia heimmm!

Vou acompamhar os últimos relatos de noiva!

Feliz Páscoa!

Bjkas

Mariana Rodrigues disse...

Muito lindo o que você escreveu sobre a páscoa Musa! é bem isso...

Uma ótima semana de contagem regressiva e friozinho na barriga!

beijão

Taise Pottier disse...

Musinha nossa que frio na barriga, esta chegando seu grande dia, yupii!mega feliz por vcs.bjs