sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

De que você precisa para casar no civil?

Meu Sim
 
Sei que o que ganhou disparado nos pedidos de post foi o chá-de-panela, mas sobre esse ainda terei tempo de postar, então, resolvi postar sobre como fazer um casamento civil para não ficar esquecido depois. 

Meu casamento civil foi muito corrido. Muito, extremamente, tanto antes quanto durante, e explicarei depois. Na verdade, eu casaria igual à maioria, no dia do casório religioso mesmo, tudo junto. Só que o Rafael tinha feito um concurso nacional, estava no curso de formação e nós queriámos ficar no Rio. Como a chance de ficar no Rio era maior para quem era casado, já tinha uma vida "construída" no Rio, corremos com tudo para casar no civil o quanto antes. Para mim foram algumas coisas novas, porque eu era uma completa alienada para casamento civil. Eu não sabia que teria de ir lá 3 vezes. E tive de ir porque uma vez você vai para dar entrada no processo, outra vez para marcar o casamento (quando o processo aparece como deferido no site do cartório) e outra vez para casar (no caso de quem casa no cartório).

Foi então que no dia 08/11/2010, demos entrada "nos papéis". A documentação necessária para os cônjuges solteiros é:

- Certidão de Nascimento (original e cópia);
- Identidade (original e cópia);
- CPF (original e cópia) e
- Comprovante de residência, sendo luz, gás, telefone ou banco (original e cópia).

O comprovante de residência deve provar que pelo menos um dos noivos reside dentro da área de competência do cartório.

Caso queira ver a documentação para divorciados e viúvos, clique aqui.

Além disso, para dar entrada no processo de habilitação, devem estar presentes os noivos e duas testemunhas maiores de 18 anos com original e cópia de RG e CPF. É permitido que as testemunhas sejam parentes. No nosso caso, as testemunhas foram meus pais.

No momento da celebração do casamento também deverão estar presentes duas testemunhas, que não precisam ser as mesmas que estavam presentes no momento da entrada do processo.

O escrevente (acho que é isso) dá uns papéis para os noivos assinarem, pega os nossos documentos, o das testemunhas, e elas assinam também. Nessa hora, os noivos escolhem o regime de bens que será adotado pelo casal. Caso queira saber mais sobre cada um, clique aqui. Os noivos também escolhem se querem acrescentar o sobrenome do futuro cônjuge. Eu acrescentei e fiquei com nome de princesa. Já tinha 3 sobrenomes (2 da minha mãe e 1 do meu pai) e fiquei com 4 depois de colocar o do Rafael. Como se já não bastasse me chamar Musa, ainda tenho o maior sobrenome no meu setor no trabalho, de 100 pessoas. Diferente? Nããão, imagina... :P É nesse momento também que você paga tudo, que dá de 300 a 400 reais, não lembro o valor certinho.O moço te dá um recibo e quando você volta para marcar o casamento ainda paga mais R$ 26,19 (isso eu lembro porque era no papel onde estava o número do processo para consultar no site, então vi esse valor muitas vezes)...

No final, o escrevente informa que o processo estará no site a partir de 25 dias corridos (isso eu acho que varia de acordo com o cartório). 

Esperamos, esperamos, esperamos e o nosso processo ficou pronto em 28 dias corridos, na segunda-feira, dia 06/12/10. Na terça-feira, cheguei ao cartório (que abriria às 9h) às 8h. Fiquei lá esperando para ser a primeira, consegui e assinei o documento do processo deferido. Nesse momento, só é necessário um dos noivos presente. Detalhe que quando você assina dando ciência do processo deferido, tem 90 dias para casar (no cartório, na igreja ou em local particular).  O mesmo senhor que me atendeu na entrada do processo estava lá e implorei, dei uma chorada grande para casar naquela quinta mesmo, já que estávamos correndo contra o tempo (Os casamentos lá só são realizados às quintas). Uma semana para nós poderia ser fatal e sermos mandados para outro estado, o que seria muito transtorno. Já havia 26 casamentos marcados, mas eu me fiz tanto de coitadinha, que o senhorzinho se compadeceu de mim, a lista de casamentos aumentou para 27 e nós fomos os primeiros a casar na quinta, dia 09/12, antes mesmo de o cartório abrir. Os malandrinhos aqui não pegaram fila, é mole? Mas foi por motivo de força maior, uma excepcionalidade. 

No dia do casamento, chegamos ao cartório de novo com as testemunhas, passamos por aquele mesmo senhor, assinamos já como casados (eu escrevi o nome novo) e imediatamente depois fomos para frente do juiz, num altar bonitinho, para que ele perguntasse: Fofucho de Tal, você continua firme no propósito de se casar com Fofucha de Tal? Depois fez a pergunta para mim também.Concluiu dizendo que em nome da lei nos declarava marido e mulher, entregou-nos a certidão de casamento, e, ao final, pediu desculpas pela rapidez, explicando que naquele dia havia muitos casamentos. É mais ou menos assim que acontece.

Agora vou falar aqui uma impressão. Eu espero sinceramente que eles façam uma cerimônia melhor para um casal que vá casar somente no civil. Porque a cerimônia foi rápida, super corrida e eu não acho que um casal que se ama, que está passando o momento mais importante da vida juntos, mereça algo assim tão simples. Eu estava emocionada de qualquer jeito, afinal, estava casada pela lei. Mas eu não estava me importando muito porque iria ainda ter o nosso grande casamento no religioso, com festa, o que estava desde sempre contando para mim. Mas acho que, se eu fosse casar só no civil, ficaria um pouco frustrada Espero que tenha sido assim só conosco, porque foi um caso excepcional, estávamos casando antes de o cartório abrir e tal. Porque todo casal merece uma cerimônia com o mínimo de emoção.

Sobre a preparação, minha mãe fez meu vestido depois que dei entrada no cartório, comprei o sapato e refiz minhas mechas do cabelo um dia antes e combinei com a fotógrafa dois dias antes. Fui direto depois do casamento trabalhar e combinei com meu chefe de tirar a licença-gala só depois do casamento no religioso.

Dúvidas? E vocês, como casaram/casarão?

Atualização para Biessa: A CLT (art. 473, II) não explica muito bem sobre a licença-gala. Diz que o empregado pode se ausentar por até 3 dias consecutivos. Tá, mas e daí? A partir do sábado, domingo, que você casou? Ou a partir do primeiro dia útil? Alguma advogada aí para nos ajudar? Minha empresa dá 5 dias a partir do primeiro dia útil (o que significa a semana inteira seguinte), mas isso foi conquistado a partir de Acordo Coletivo. Por isso, sugiro que você veja no seu trabalho direitinho, para não ter surpresas. :)

Fofucha ficou feliz porque poderá casar de novo com o mesmo marido. :D

31 comentários:

Maitê disse...

Musinha,

Perfeita a sua explicação em como se casar no civil !!!! Está tudo tão explicadinho ... não tem como errar !!! rs....

Eu casei com religioso com efeito civil !

Beijinhos !!!!

Biessa disse...

Adorei!!

Eu queria saber mais sobre essa licença...

E a parte boa é casar duas vezes com o mesmo marido, rs

Bj

Say I Do disse...

Oi Musa!
Conheci seu blog hj! Parabens pelo casamento!!
Quando puder conheça meu blog: www.sayido.com.br

Bjs

Tatiane Freitas disse...

Musa, obrigada pela dica, eu nunca fui atrás do que precisaria rsrs.

mas o meu é na igreja mesmo o padre faz com efeito Cívil.

beijos

Carol disse...

Caramba que correria!! MAs foi por uma boa causa...
Eu casei no civil, mas com o pastor que é meio juiz de paz hehehe

Beijinhos!

Madame Casamenteira disse...

ótima explicação!!! PARABÉNS PELO CASAMENTO, SEJAM MUUUUUITO FELIZES!
Beijocas

M.Munhoz disse...

Eu tb casei com relioso efeito civil. Depois, tivemos 30 dias para regularizar tudo no cartório. Foi fácil ... beijos e boas dicas!

Emilli Sousa disse...

Obaaaaa...a resposta da minha perguntaaa...
Muito obrigada lindonaaa..
A explicação ficou perfeita, quando chegar em casa vou explicar tintin por tintin pro noivinho...
xeruuuuuuu
Ahhhhh e como vc tá?? a recuperação tá tranquila???

Anônimo disse...

Oi Musa.
Acompanho seu blog diariamente e hj resolvi comentar. Eu tb casei antes no civil e depois no religioso...nem fui esperando mta coisa do casamento civil, mas ao contrario de vc me surpreendi...o juiz falou varias palavras bonitas, deu uma flor pro meu noivo me entregar fazendo uma declaração (hilário) e ficou zoando pq não trocamos as alianças (pois estas seriam trocadas no dia seguinte na igreja), e olha que tava lotado o cartório...mas foi bm legal.

continue os relatos...mto lagal reviver esse momento magico atraves do relato de vcs.

bjosss

Liliane disse...

Que maravilha poder casar 2x com o mesmo marido hein!?
Espero que o meu um dia queira casar comigo novamente!
Beijos

Déborah Brito, disse...

Mais explicado que isso não dá, que dom de escrever (:
Fofucha teve de tudo um pouco no casório, amei. Até malandragem hahahaha

Já falei que seu vestido, cabelo, sapáto, fotografa foram perfeitos... então, só resta reafirmar: MUUUUUITAS FELICIDADES (:
Aliás você já é, mas é sempre bom desejar sempre !

E realmente, esse caso não foi só com você, até mesmo quando os noivos vão no horário combinado, esperam na fila e etc, o casamento é assim rápido e ligeiro.
Digo isso, pq já li muitos relatos assim, infelizmente.

Beijos amiga

Biessa disse...

Oi, Musa, que fofa você!

Eu vou ver com o RH da Globo... Obrigada :D
Beijo

Júlia Magalhães disse...

Esse negócio de juntar documentação é um saco né? adiei até quanto pude. agora vou ter que trocar a documentação todaaaaaa. OMG. Haja saco!

Ficou linda essa foto de vcs casandoooooooo!!!

beijokas

Juju e Beto disse...

Musa obrigada!!!
Esse post já está guardado nos "meus favoritos"
Bjs!

Micha Descontrolada disse...

q bom q deu tdo certo, apesar da corrida contra o tempo pra não sair do Estado.

Eu casei no religioso com efeito civil, fui algumas vezes no cartório tb. tive q reconhecer firma dos padrinhos (minha irmã e cunhado), nossa e do padre. paguei em torno de 400 tb, eu acho. nem lembro mais.

pra quem casa só no civil, se for assim, é frustrante mesmo...mas nesse dias, os 26 seguintes, deve ter sido bem corrido tb.


/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_................

Beatriz Amaral disse...

mais completo do que esse texto, impossível!

deve ser chato mesmo essa cerimônia corrida, e você não foi a primeira que me falou isso... será que se a pessoa avisar que vai casar só ali mesmo eles fazem algo mais legal?!

quanto a licença-gala, até onde eu sei, se você casa no sábado ela passa a valer no domingo. injusto, mas nem todo mundo tem a sorte de trabalhar num lugar legal que dá mais dias!

beijos!

Ma disse...

Oiii

Adorei as dicas, você sabe se é possível incluir o nome do esposo mas tirar algum sobrenome da noiva?

Ex: Ana da Silva Souza
ficar
Ana Souza + sobrenome do marido..

será que pode???

hehe

Ah..comecei hoje um blog..ficarei muito feliz se vocês darem uma passadinha lá..é minha primeira aventura com blog..estou meio perdida ainda!

Bjus

http://taledama.blogspot.com/

Mari e Eder disse...

ainda tenho que olhar isso tudo!!!
bjus2

Luciana disse...

Oi Musa

adorei seu texto, bem explicativo..

tbm não sabia que tinha que ir 3 vezes no cartório! qta coisa !!


Bjos

Mariana Rodrigues disse...

Oi Musa..

Obrigada pela dica..já mudei as configurações para comentários!

Bjus

=)

Kelly Oliveira disse...

O meu foi bem simples, demos entrada na papelada 45 dias antes da data da cerimônia, depois levamos os papéis na Igreja! O casamento religioso teve caráter civil depois que levamos os docs do casamento religioso para reconhcer firma!!! Isso aconteceu 10 dias após o casório, quando voltamos da Lua de mel!!

Fernanda de Oliveira disse...

Oi Musa, obrigada pela visitinha e carinho lá no blog!

Adorei o post, bem explicadinho!

Beijinho, beijoca ♥

.: Lê :. disse...

Aqui no meu trabalho eles dão os três dias uteis segunites, mas os outros dois eu vou faltar, já está combinado, mas aí ou eu reponho, ou desconta do salário as faltas...

Danee disse...

Post super explicadinho. No dia que fui dar entrada no cartório foi uma confusão só. A gente ficava correndo de um cartório pro outro. Mas o nosso foi religioso com efeito civil.
beijocas

Ju disse...

Realmente os casais que optam por casar no cartório deveriam merecer uma atenção maior e especial... bjus

BRUNA SOARES disse...

opa, post importantíssimo!!! docs pro civil!!! tá longe ainda... mas é bom estar informada!! ehehe
bjossssssss

Anônimo disse...

Musa,
Super esclarecedor esse post!
Quando for dar entrada no meu, daqui a três meses, vou voltar nesse post e pegar novamente os bizus! Brigadaum!
Bjs!

Patricia Torres

Drika disse...

Musa, seu vestido ficou uma delicadeza!!!!!!!!!

bjs

Joice disse...

Obrigada pela dica no meu blog!

Bjs...

olharbiju disse...

Boas ideias, muita informação... GOSTEI!
Parabéns pelo excelente trabalho.
Abraço
alice

Luana e Samir disse...

Oi Musa amei o Post...me interrou muito..mas então preciso saber de uma coisa....acompanhei um pouco seu blog...mas não entendiiii...
Você e o Rafael já moravam juntos antes do casorio?fiquei curiosa....pois meu plano é exatamente fazer o mesmo....imobiliar nossa casinha(que ja esta prontinha)depois casar no civil e depois na igreja....
bjokas e me respode...ah aproveita e participa do sorteio do meu blog...
Te espero lá...
bjos