quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Música da cerimônia

Créditos: Google Images
 
Atendendo a pedidos, começarei na ordem em que me chegaram. A querida Fê Torres, mais uma amiga carioca que vive em terras candangas, perguntou sobre o grupo que vai tocar no nosso casamento e também sobre os doces. Hoje ainda ou amanhã faço um post sobre os doces. Vamos lá, Fê. Não sei se vocês perceberam por alguns relatos, não sou muito de pesquisar, não. Até porque não dispenso uma boa praia no final de semana para ficar rodando atrás de fornecedores. É, sou branquela assim porque uso filtro solar altíssimo e retoco sempre, mas deu sol, tô na praia, a menos que eu esteja trabalhando ou recém-operada. Tá um solzão lá fora, poxa... mas voltando: eu tenho muita paciência com pessoas, recebo um montão de e-mails que respondo com o maior prazer e tenho uma certa tendência à psicóloga, porque a galera desabafa comigo com certa facilidade. Sou feliz por isso, sinal de que tenho tato. Maaaaaas, para pesquisar serviços e produtos, sou o oposto: completamente impaciente. Eu sou bastante ansiosa, sabem, e quero resolver logo, o mais rápido possível. 

Eu sempre soube que não queria música eletrônica. Nada contra quem acha a mesma coisa, mas eeeeu, euzinha aqui, acho completamente diferente. Acho que coloca mais sentimento na cerimônia, arrepia mais, sei lá, prefiro. Então, foi uma das primeiras coisas que busquei. Não dá para deixar ficar em cima da hora porque é só um grupo por casamento, né, é o caso de fotógrafo, DJ, enfim, os casos de 1 profissional por dia. Já me tinham sido indicados o Delfim Moreira, o Coral Astorga e o Musical Marliere. Mandei e-mail para os três e o Delfim já não tinha mais a minha data, com um ano de antecedência. A Juliana, do Coral Astorga, e a Camila, do Marliere, me responderam super solícitas. Cheguei a marcar com a Juliana, mas estava completamente resfriada, tive de desmarcar no dia e ela me entendeu numa boa. Acabei não remarcando com o Astorga porque o orçamento do Marliere era mais barato e eu tinha visto boas recomendações. Então, vi os vídeos em casa no You Tube e marquei na casa dela em um domingo, 13 de junho do ano passado (fácil de lembrar porque é dia de Santo Antônio). No dia anterior, o grupo tinha tocado no casamento da Fernanda Cunha, que eu conhecia do grupo do Yahoo, e tinha feito um frio do cão. Então, ela perguntou se eu fazia questão de que ela cantasse, porque a voz dela estava muito fraca e ela teria de forçar muito. Contou que pensou que nem fosse conseguir tocar o teclado (ela canta e toca), porque os dedos estavam congelando. Como eu tinha visto todos os vídeos, não forcei para ela cantar. O Rafael estava comigo, pediu para ela tocar umas musiquinhas no teclado, ela tocou, e acabamos fechando o contrato. Ainda conversamos sobre a vida, em como ela começou a estudar música, como foi parar nesse mundo casamentício, etc, etc. Bem legal. 

O nosso já era o único sábado disponível de maio de 2011. Ainda bem que fechamos logo! Eu até poderia montar o repertório depois, mas já fiz na hora mesmo (como falei, o que dá para deixar resolvido, eu já deixo bem o mais rápido possível). A formação principal é a sonorização completa, trompete, teclado e voz feminina. Eu incluí também o violino. E pronto! Já era um item a menos no checklist.

Depois a Fernanda Cunha voltou com o relato de que a música da cerimônia foi um dos fornecedores mais acertados e fiquei ainda mais tranquila. Se depois de passar na prova de fogo daquele frio (foi um dos dias mais frios do ano), eles tinham mandado bem, era sinal de que eu estaria em boas mãos  (e boa voz, diga-se de passagem). hehehe. Fiquem com um vídeo do grupo que vai encher nossa cerimônia de emoção. Eu só poderei ter na igreja músicas barrocas ou sacras, então, aqui colocarei uma música diferente,das escolhidas, em homenagem à minha amiga Ju Linhares, que é fãzoca dessa canção. E para quem pode ter música "pagã", essa é o que há para entrada das daminhas.



Fofucha promete atender a todos os pedidos. Falando nisso, teve uma ideia: vai colocar como página fixa. É isso. Boooooa!

20 comentários:

Tatiane Dias disse...

Eu queria muito esse grupo, mas entrei em contato eles dizeram que não vão mais estar do RJ e em 2012!

Fiquei Triste!!!!

Vou olhar os Violinos Veneza, agora!

Ju disse...

OI querida,
aqui do trabalho eu não consigo escutar a musica, mas eu bem sei que musica é rs
Prometo voltar aqui mais tarde e de casa para escutá-la todinha e fazer juz a homenagem ;)
beijão, ju

BRUNA disse...

ahhhhhhhhh só suspiros!!!
é lindo!! na igreja que vou casar temos que contratar os músicos indicados, ainda bem que o grupo é bom! eheheheh
beijosssssssss

Liliane disse...

Sem dúvida nenhuma música ao vivo na cerimônia é outra coisa. Em nenhum momento eu cogitei ter música eletrônica. Eu cortaria qualquer coisa para poder pagar o grupo, mas desde o início esse item já estava no nosso orçamento.
Beijos

Liliane disse...

Ah, não dá para ouvir aqui, mas se é em homenagem a Amora Guru, eu já sei qual é hehehe

Beatriz Amaral disse...

comigo também foi assim com o grupo musical: fechei na primeira visita! quando a indicação é boa e o preço é bom, fecho de olhos fechados!

beijos!

Carol disse...

Ai.. é lindo, ne?
A música só foi com músicas da Disney hehehe O pessoal amou e nossa fotograa até chorou! Fofa!!

Então.. já editei o post e coloquei seu nominho!! FOI MAAAAAAAAAAAAAAAAAAL!! Ve la depois como ficou hehehe

Beijinhos! E no proximo a gente se conhece :D

Emilli Sousa disse...

Oi Fofuchaaaa..
Você ganhou um sleinhooo.
Passa lá pra buscar..tah?!!
Xerin

Danee disse...

Musa, você acertou em cheio. O Marliere tocou no meu casamento e foi MARAVILHOSO! Na nossa cerimônia tivemos praticamente músicas pagãs, somente na hora das alianças que tocou a oração de São Francisco. Eles são muito bons mesmo.
beijocas

Biessa disse...

Também estou em busca dos músicos. Apesar de caro, acho que é bem mais emocionante e assim como vc só pode ter música clássica ou sacra na minha igreja. Bj

Mari e Eder disse...

oi!!!
brigada pela visitinha querida!!!
tem tanta opção de musica, ne???eu ainda nem pensei nisso...
bj

Bruna disse...

Não consegui escutar a musica mais vou tentanto até conseguir.Beijoos

Maitê disse...

Musinha,

Concordo com vc ... música ao vivo na cerimônia é muito mais arrepiante !!!! rs....

Eu fechei as músicas da Igreja com o Marcio Mendes e super recomendo ... o cara é um monstrinho (hehehehehehe), mas sempre ouvi falar super bem deste grupo ... a propósito ... o trompetista estudou comigo na Escola de Música da UFRJ (rs....)

Beijinhos !!!!!!!!!!!!!

Ju disse...

amei, amei, amei e super acertei em pensamento qual era a musica =P

Micha Descontrolada disse...

com certeza música ao vivo fica mto mais bonita...

eu não tava com mta grana, daí contratei só 2, um cantora e outra tecladista e ficou lindo tb.

vai casar q dia de maio? será q é no dia do meu niver?


/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_................

Danee disse...

Musa, não conheço essaloção não. Ela é boa? É pra que?
beijocas

Taise Pottier disse...

Oi Musinha!
amei o grupo, a musica e linda! sei que vai ter gente chorando de tanta emoção no seu grande dia!bjs

Kelly Oliveira disse...

AMEIIIII!!!

Bjkas

Silvia e Roberto disse...

Também acho que música ao vivo na cerimônia faz toda a diferença, e só leio elogios sobre este grupo.

Obs.: Achei seu vestido do casamento civil lindo. Foi sua mãe quem fez?

Bjs :)

casamento no jardim disse...

AMEI o "meu" post!! Só não comentei antes pq do trabalho é bloqueado (SACOOOOO!!) Mas li tudinho e morri por dentro pq o pessoal da Marliere já não tem mais a minha data há muiiiiiito tempo... SACO!! rs... Mas adorei as dicas!! Vc é mesmo uma pessoa muito fofucha!! rs...
bjs
obs: ADOREI aparecer no seu blog! rs..